"Sejam Bem Vindos"

"Sejam Bem Vindos"

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

"Golpes e Habilidades Especiais(Shaka de Virgem)".

Agora vamos para a casa de Virgem.

Golpes: 
 Ohm (Respiração divina, em hindu): O Ohm consiste em um mantra que Shaka utiliza para intensificar o seu cosmo acumulado e expandí-lo .Possui duas variações que são:
1ª. Normalmente utilizado antecedendo técnicas como a “Rendição Divina”. Ao queimar o seu cosmo através deste mantra, o Virginiano, atinge e afasta de suas proximidades o alvo pela irradiação provida de sua energia.
2ª. Erguendo a sua mão e disparando uma onda cósmica no seu oponente, dois feixes de luz, Shaka reduz à cinzas a armadura de seu oponente o deixando desprotegido, contra qualquer outro ataque desferido pelo Cavaleiro de Ouro. O Dourado também pode desferir outros de seus golpes nesse adversário, mas por não ser muito a favor de lutas é mais provável que ele use o Tesouro do Céu para terminá-la de uma vez sem ter de fazer com que ele sofra muito ou precise matá-lo. Já utilizada a longa distância, O Dourado usando o seu cosmo também pode paralisar o seu oponente, evitando que ele contra-ataque como ele fez com Fênix enquanto este lutava contra Shiva e Ágora em um povoado à vários quilômetros. Também usada contra Ikki na Batalha das 12 Casas, o que ocasionou na destruição da até então poderosa armadura de Fênix.

Kahn (Imobilidade divina, em hindu): Ao empregá-lo, o cavaleiro de Virgem cria uma poderosa parede esférica de cosmo-energia que envolve o seu corpo em todos os pontos, protegendo-o por inteiro do ataque inimigo. Técnica absolutamente defensiva, o Kahn é uma invocação de um deus hindu homônimo à técnica, também conhecido como Acalantha. Uma curiosidade sobre este golpe é que na versão original, do mangá, A Triáde une suas forças para abrir uma fissura na barreira de Shaka, que sofre apenas um arranhão, enquanto na versão anime mostram-se Saga de Gemêos, Shura de Capricórnio e Camus de Aquário recorrendo a golpes especiais, causando apenas um arranhão em Shaka.Nesta técnica ele fecha os olhos para concentrar-se nessa defesa para que se torne absoluta.

Bênção do Senhor das Trevas (Tenpōrin'in, em hindu Dharmacakra Mudra): Utilizando uma pequena quantidade de seu sangue ou sendo ferido em batalha, Shaka faz com que mesmo em pequena quantidade, forme um Inferno de Sangue; uma imensa poça de sangue que semelhante a um pântano, faz com que seu inimigo comece a afundar, mas por se tratar de uma poça este acaba morrendo afogado antes. O Cavaleiro de Virgem usou essa técnica contra Ikki na Batalha das 12 Casas, mas não deu muito certo já que Fênix conseguiu se libertar dela com o seu cosmo flamejante. 

Rendição Divina (Tenma Kōfuku): Shaka concentra seu cosmos e libera a energia concentrada contra o adversário. É um golpe extremamente devastador como fica provado na saga de Hades, quando chega a praticamente destruir a casa de Câncer com esse golpe. Caso Shaka abra os olhos quando utilizar este ataque o seu poder de destruição aumenta assustadoramente como acontece no Episódio G, onde o cavaleiro de Virgem extermina dois gigantes com extrema facilidade após abrir os olhos ao lançar esse golpe. Durante a execução do golpe, figuras do imaginário budista e hindu costumam aparecer (Bodhisattvas, pretas, Asuras,Mara, personificação feminina de Tenma, Rei dos Demônios no Budismo).Ele joga seu cosmo em uma rajada enorme (literalmente) semelhante a uma flor de lótus em direção de seu alvo. Este golpe é considerado a Supernova mais perfeita já feita por um Cavaleiro de Ouro.

Tesouro do Céu (Tenbu Hōrin): Essa é a maior técnica do Cavaleiro de Virgem. O Cosmo que ele acumula mantendo seus olhos fechados (ou seja, privando-se de um de seus sentidos, a visão), explode quando ele os abre, criando um golpe perfeito que une ataque e defesa, pois não dá chances ao adversário de contra-atacar ou fugir. Ele vai tirando todos os sentidos do oponente um a um, e para cada sentido tirado, causa um grande impácto de dano por conta de seu cosmo acumulado. 

Cíclo das Seis Existências (Rikudō Rinne): Uma técnica de retirada da alma do corpo do oponente: primeiramente, trata-se de um golpe expansivo, do qual é impossível se esquivar, já que envolve toda a área circundante; e tem a peculiaridade de não enviar a alma para o Yomutsu, mas para um de seis mundos (comuns à mitologia budista e à hindu), que seria escolhido pelo adversário pelo que Shaka dá a entender. E é exatamente esse o ponto fraco da técnica. Ikki escolheu o inferno pois ele possui a capacidade de retornar de lá. Estes mundos são: o inferno, o mundo dos espíritos famintos (os pretas da mitologia hindu e budista), o mundo das bestas, o mundo de Asura (mundo das batalhas), o mundo dos seres humanos e o paraíso (o lugar de onde, paradoxalmente, é mais fácil despencar no inferno devido à necessidade de controle sobre o pensamento, um conceito tipicamente budista que Shaka faz questão de salientar). O ciclo de transmigração entre as existências somente é interrompido quando se atinge o Nirvana, Foi chamado de 6 Samsaras na dublagem da gota mágica.

Invocação dos Espíritos Malígnos (Tenkūhaja Chimimōryō): Shaka Materializa espíritos malignos, demônios inferiores e, em meio a múltiplas ilusões, lança-os sobre o inimigo com o auxílio de seu rosário. Esses espíritos seguem em forma espectral avançando rapidamente contra o adversário atacando-o diretamente e/ou causando uma grande explosão.Esses espíritos levam o oponente à entrada do mundo da morte(Yomotsu Hirasaka).

Habilidades Especiais:
 Teletransporte: Shaka pode teleportar a si mesmo para onde quiser, considera-se o movimento de tele-porte como acima da velocidade da luz, já que aparece instantaneamente em outro local.

Levitação: Shaka possui o maior cosmo entre os cavaleiros de ouro. e sabe dominá-lo a sua vontade sendo um dos poucos a fazer isso de todo o anime/mangá.Ele concentra seu cosmo ao seu redor e faz com que ele levite seu corpo fazendo com que seu corpo fique leve e capaz de levitar ou voar para escapar de ataques. 

Telecinese: Esta habilidade de Shaka foi usada contra as Correntes de Andrômeda, que foram paradas enquanto se dirigiam contra Shaka.

Fonte: Wikipédia.

Um comentário: